Dr. Basílio Ramos – Ministro de Saúde visita a sede da ADECO em São Vicente

SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE: MELHOR ORGANIZAÇÃO E INFORMATIZAÇÃO PODEM SER REPOSTAS

O Ministro do Estado e da Saúde, Basílio Ramos visitou a sede da ADECO em São Vicente. Basílio Ramos reconheceu que houve melhorias consideráveis do sistema de saúde de alguns anos a esta parte o que leva, também, a novas exigências e novos desafios.

Mindelo, 28 de Julho – O Ministro do Estado e da Saúde, Basílio Ramos visitou a sede da ADECO em São Vicente. O encontro tinha como objectivo abordar questões sobre a cooperação entre Estado e as associações de defesa dos consumidores com vista a uma melhoria do Sistema Nacional de Saúde.

Durante o encontro surgiram questões como o atendimento nas instituições de saúde, nomeadamente, o tempo de espera para consultas e entrega de análises, ao que o Ministro refere que a resposta passa por “uma melhor organização e informatização dos serviços de modo a facilitar a vida dos utentes.” Neste sentido Basílio Ramos colocou a hipótese da futura criação de uma série de instrumentos com vista a descongestionar os serviços de saúde como sejam marcação de consultas, recepção dos resultados de análises, entre outros serviços, via Internet e telefone.

Basílio Ramos acrescentou que foram criados recentemente dois instrumentos importantes para a reforma do sistema nacional de saúde “Trata-se da Política Nacional de Saúde até 2020 e o Plano Nacional de Desenvolvimento Sanitário 2008/2011”. Refere o Ministro.

Em relação aos custos do acesso à saúde, o Ministro afirma que “Ninguém pode ficar sem ter acesso aos cuidados de saúde por não ter os 100 escudos para pagar. Em Cabo Verde a virtude primeira do serviço nacional de saúde é ter um rosto humano.” Basílio Ramos indica que “a saúde é cara e tem custos e, para continuarmos a avançar é fundamental que o cabo-verdiano pague. Eu não posso aceitar que um indivíduo tenha dinheiro para pagar 5 ou 6 cervejas e não tenha dinheiro para pagar uma consulta.”

À saída do encontro o Ministro da Saúde reconheceu o trabalho que a ADECO tem vindo a fazer junto dos consumidores cabo-verdianos e refere que há a necessidade de uma maior intervenção a nível da saúde.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: